Graduação em Ciências Biológicas

Graduação em Ciências Biológicas

O Curso de graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Uberlândia teve seu início em 1970, como Curso de Ciências - Licenciatura Curta, na antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Possuía regime anual noturno, com duração de três anos, formando o professor de Ciências e Matemática. Em 1973, foi criada a Habilitação Biologia. Esta Licenciatura vigorou até 1987, quando o Curso foi reestruturado, passando a ser denominado Ciências Biológicas - Licenciatura Plena. O reconhecimento deste Curso foi feito em 12/04/1976 pelo Decreto nº 77.427. Neste mesmo ano, o Curso passou a funcionar no Campus Umuarama, onde até hoje mantém sua sede.

Em 1980, foi criada a Habilitação para o magistério em Biologia, para os alunos que, após concluírem a Licenciatura Curta, estrutura comum também para a formação de professores de química e matemática, optarem pela área da Biologia. Em 1987, foi extinta a Licenciatura Curta, implantando-se o Curso de graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura Plena, que habilita para o magistério das séries iniciais o professor de Ciências e, para o ensino médio, o professor de Biologia.

O grau Bacharelado foi implantado com a reforma curricular de 1992, com defesa obrigatória de monografia para sua conclusão. O aluno ingressante passou então a ter oportunidade de se formar em dois graus: Bacharelado e Licenciatura.

Com alteração na regulação da formação inicial dos professores da educação básica em 2002, a Coordenação do Curso de graduação em Ciências Biológicas empreendeu estudos para atender às resoluções e pareceres publicados. Depois de quatro anos de estudos um novo Projeto Pedagógico foi implantado em 2006 atendendo a exigência de 400 horas de Estágio Supervisionado e 400 horas de Prática como componente curricular. No primeiro semestre de 2009 teve ingresso a primeira turma do Curso de Licenciatura Noturno, viabilizado pelo Plano de Expansão da UFU para o período 2008-2012, com recursos do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni).

As Resoluções CNE/CES 4/2009, CNE/CP nº 1/2002 e CNE/CP nº 2/2002 e o Parecer CNE/CES nº 329/2004, demonstram que a formação inicial do Bacharel e do Licenciado começaram a ser direcionadas individualmente e que seus profissionais devem ser capacitados para atividades específicas. Dessa forma, o Curso de graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Uberlândia após três anos de estudos passa a oferecer distintamente, a partir de 2013, os graus Licenciatura e Bacharelado. A experiência na formação do Bacharel e do Licenciado se vê concretizada na arquitetura curricular que possibilita, respeitadas as restrições, a obtenção dos dois graus. Atualmente, a cada semestre, são oferecidas quarenta e cinco vagas na Licenciatura (turno integral = 20; turno noturno = 25) e vinte vagas no Bacharelado (turno integral = 20).

Desde a criação até os dias atuais são muitos os reconhecimentos acadêmicos e sociais quanto a qualidade e compromisso dos egressos. A ênfase na pesquisa, marca indelével, é defendida pelo corpo docente e técnico, parceiros na formação do Biólogo. O curso almeja um egresso detentor de fundamentação teórica e prática básica, transformador da realidade em benefício da sociedade, que paute suas ações pelos referenciais éticos e legais da  atividade profissional e atue com qualidade e responsabilidade, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida humana e para a conservação de todas as formas de vida.

http://www.portal.ib.ufu.br/node/17
graduacao@inbio.ufu.br / colbi3@inbio.ufu.br
34 3225-8638; 34 3225-8639 R. 227
Celine de Melo