Bacharelado


As Normas complementares do Estágio Profissionalizante Supervisionado (Resolução CONIB 001/2017) foram publicadas em 27 de junho de 2017. O Instituto de Biologia possui um Coordenador de estágio da graduação Bacharelado e, cada estagiário terá um Professor Orientador, indicado pelo Coordenador de estágio da graduação bacharelado, e um Supervisor indicado pela parte concedente de estágio. 

O e-mail da coordenação de estágio da graduação Bacharelado em Ciências Biológicas é: bacharelado@inbio.ufu.br . O atual coordenador de estágio é o Prof. Dr. Jean Carlos Santos (jcsantos@ufu.br), sala 2B152.

 

INFORMAÇÕES GERAIS [Fonte: Caderno de estágio (PROGRAD/UFU)]

 • Estágio

Ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de estudantes. O estágio faz parte do projeto pedagógico do curso, além de integrar o itinerário formativo do estudante.

• Quem pode ser estagiário

Estudantes regularmente matriculados e frequentes em curso de ensino superior, curso de educação profissional (técnico), curso de ensino médio, curso de educação especial e ensino fundamental, na modalidade profissional de educação de jovens e adultos.

• Modalidade de estágio

- Estágio obrigatório: é aquele definido como tal no projeto pedagógico do curso, orientado pelas diretrizes curriculares, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma.

- Estágio não obrigatório: é aquele definido como atividade extracurricular, porém prevista no projeto pedagógico do curso.

• Carga horária

- Ensino superior, médio técnico e médio regular - 6 horas diárias e 30 semanais.

- Cursos que alternam teoria e prática, nos períodos em que não estão programadas aulas presenciais - 40 horas semanais

• Tempo máximo de estágio

O período máximo na mesma empresa/instituição é de 2 anos, exceto para pessoas com deficiência.

• Providências e documentos fundamentais para o estágio

- comprovação de matrícula e frequência regular do estudante nos cursos que admitem estágio;

- verificação da compatibilidade entre as atividades desenvolvidas no estágio e aquelas previstas no termo de compromisso;

- certificado individual de seguro de acidentes pessoais;

- termo de compromisso de estágio devidamente assinado pela parte concedente do estágio, pela instituição de ensino e pelo estudante;

- plano de atividades de estágio, com conteúdo adequado ao conteúdo do curso; e

- comprovante de pagamento da bolsa ou equivalente e do auxílio-transporte, no caso de estágio não obrigatório;

• Termo de Compromisso

Documento que particulariza a relação jurídica existente entre o estagiário e a parte concedente do estágio, o qual contará, necessariamente, com a interveniência obrigatória da instituição de ensino.

• Plano de Estágio

É um programa detalhado das atividades que o estudante desenvolverá ao longo de seu período de estágio. Deve ser elaborado pelo profissional responsável pelo estagiário na unidade concedente do estágio, analisado e aprovado pelo coordenador de estágio do curso do estudante.

• Pagamento de bolsa ou outra forma de contraprestação e de auxílio-transporte

- Para o estágio não obrigatório, é compulsória a concessão de bolsa ou outra forma de contraprestação e de auxílio-transporte.

- Para o estágio obrigatório a concessão de bolsa ou outra forma de contraprestação e de auxílio-transporte é facultativa.

• Recesso

- É obrigatório e remunerado, preferencialmente no período de férias escolares.

- Após um ano é assegurado 30 dias de recesso.

- Período inferior a um ano, concede-se dias e remuneração proporcional.

• Saúde e segurança no trabalho

- Obrigatória a realização de exame admissional, periódico e demissional.

- Exames obrigatórios para funcionários efetivos que estão sob condições ambientais de risco para a saúde, também contemplam os estagiários.

• Seguro Obrigatório

É uma exigência determinada pela Lei nº 11788/2008. Todo estagiário deve estar assegurado por uma apólice de seguros contra acidentes pessoais.

• Supervisão de estágio e relatórios

- O supervisor de estágio deve ter a mesma formação ou experiência profissional na área de conhecimento desenvolvida no curso do estagiário.

- O supervisor de estágio só pode orientar dez estagiários simultaneamente.

- A parte concedente do estágio deverá encaminhar à instituição de ensino, com periodicidade mínima de seis meses, relatórios de atividades, com vista obrigatória do estagiário.

 

Para maiores esclarecimentos, acesse a documentação listada no Anexo.