Herbarium Uberlandense

O Herbário Uberlandense (HUFU) consiste em uma coleção de plantas secas que serve como referência para trabalhos de pesquisa em diversas áreas da biologia, notadamente da Sistemática Vegetal. Além disso, a coleção pode servir em projetos pedagógicos relacionados com a Botânica e também para trabalhos de extensão que envolvam a diversidade vegetal. Trata-se de um dos maiores herbários de Minas Gerais e possui uma coleção de referência para o Triângulo Mineiro e arredores.

O HUFU foi criado em 1984 juntamente com o antigo Departamento de Biociências da Universidade Federal de Uberlândia, com o objetivo de congregar espécimes botânicos da flora regional. Inicialmente o herbário foi criado com uma coleção de cerca de 500 exsicatas. A partir de 1986, com a aquisição da Estação Ecológica do Panga pela Universidade Federal de Uberlândia, houve um grande incremento de coletas nesta Estação permitindo a expansão do acervo. No ano de 1989, quando o total do acervo se aproximava de 5.000 exsicatas depositadas, providenciou-se o reconhecimento oficial do herbário junto ao Index Herbariorum, que é um registro internacional de todos os herbários públicos do mundo. A partir daí, o herbário passou a ser denominado Herbarium Uberlandense, com o acrônimo oficial de HUFU.

Em 2004, o Herbarium Uberlandense (HUFU) passou a ser um órgão complementar do Instituto de Biologia da Universidade Federal de Uberlândia com atuação científico-pedagógica. E no ano de 2005 o herbário HUFU foi credenciado junto ao Conselho de Patrimônio Genético do Ministério do Meio Ambiente (CGEN/MMA), como fiel depositário de exemplares-testemunho das pesquisas botânicas.

O acervo do Herbarium Uberlandense conta atualmente com cerca de 68.000 exemplares registrados e constitui uma importante coleção de referência para a flora do Cerrado do estado de Minas Gerais. A coleção tem sido ampliada consistentemente por coletas de pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia. As atividades de rotina incluem a atualização das identificações e a permuta de exemplares com outras Instituições, o que tem resultado em um aumento no número de exsicatas e num acervo com identificação comprovada por especialistas.

As informações sobre a coleção estão majoritariamente disponíveis no sítio do CRIA - SpeciesLink (http://splink.cria.org.br). O acervo está em processo de digitalização das imagens dos espécimes, as quais devem estar disponíveis para consulta online nos próximos anos.

 

 

Imagem inline 2

 

Imagem inline 4Imagem inline 3


 

 

Curadora: Profa. Dra. Rosana Romero

Email: hufu@inbio.ufu.br
Telefone:
34 3225-8548
/ 3225-8543